Notícias Acontece

Latam pode ser alternativa para problema de voos em Jaguaruna

Acontece na ACIC

Data 09/08/2017 Texto ACIC Compartilhe
Latam pode ser alternativa para problema de voos em Jaguaruna

Em busca de solucionar o horário de voos no Aeroporto Regional Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, o presidente da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), César Smielevski, esteve reunido na manhã desta quarta-feira, 09, com o diretor comercial da RDL Aeroportos, André Constanzo.


Com o anúncio da Azul Linhas Aéreas em suspender os voos da companhia que partem pela manhã de Jaguaruna com destino a São Paulo e retornam no fim do dia, a preocupação da Acic e das entidades empresariais do Sul aumenta com a possibilidade de inviabilizar o aeroporto no prazo de um ano. “A RDL se mostrou também muito preocupada com a perda desses horários de voos e nos disse que está em contato com a Azul numa tentativa de reverter a decisão. Além disso, a administradora fez contato com a Latam para que estude a possibilidade de ofertar os horários atuais da Azul”, explica Smielevski. A Latam Airlines Brasil solicitou um prazo de 15 dias para analisar a proposta. Conforme o presidente da Acic, a Gol Linhas Aéreas também manifestou interesse em operar no aeroporto.


Ainda conforme Smielevski, os voos da Azul têm ocupação média de 80%, o que não justifica inviabilidade técnica. Na tarde desta quarta-feira, o presidente da Acic também esteve reunido com o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Criciúma, João Fabris, para tratar do assunto. “Durante o encontro conversei com o diretor de Transportes da Secretaria de Estado da Infraestrutura, José Carlos Müller Filho, que também se mostrou empenhado no assunto”, reforça Smielevski.


Falta de recursos é justificativa do DNTI
quanto a solicitação de melhorias na BR-101


Inviabilidade econômica foi a justificativa apresentada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) quanto a solicitação enviada pelas entidades empresariais do Sul para melhorias do pavimento e sinalização horizontal da BR-101 no trecho que compreende o pedágio de Palhoça a Passo de Torres.


“Quanto a solicitação de melhorias do pavimento, estas estão sendo realizadas dentro de um planejamento feito com base nas restrições orçamentárias impostas pelo período de crise político-econômica que atravessa o país. Já a sinalização horizontal, estamos aguardando empenho de recurso financeiro necessário para executar a revitalização de todo o segmento sob nossa responsabilidade”, trecho do ofício assinado pelo analista de Infraestrutura do departamento, o engenheiro Robson Medeiros de Oliveira.


“A solução é agilizar a concessão da rodovia. O deputado federal Ronaldo Benedet me informou hoje que esteve com o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres colocando este assunto na pauta”, destaca o presidente da Acic.

 

Deize Felisberto
Assessoria de Imprensa da Acic